terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Totem 2008


Foi lançado o grande desafio de 2008 para a Tribo de Escoteiros! No passado sábado, em conselho de guias foi dado a conhecer o grande jogo que decorrerá entre Fevereiro e Junho de 2008. Tem como objectivo fortalecer o espirito escotista e de patrulha, lançando vários desafios, nas diversas áreas de desenvolvimento pessoal. Espera-se um ano muito animado e enérgico, tendo em conta que estará em jogo um ambicioso prémio para a patrulha , é só esperar os próximos desenvolvimentos. Para terminar só tenho mesmo a dizer, BOA CAÇA...
Lobo Sonhador

domingo, 3 de fevereiro de 2008

Ceia de Natal

Eram 9 horas da manhã quando a tribo de escoteiros deu por iniciada "A Busca". Era dia da Ceia de Natal, enquanto a Alcateia dormia a tribo preparava-se para ir em busca da primeira pista do grande jogo que irá decorrer em 2008. Antes da partida foi necessário identificar todos os elementos, após concluirem um B.I. muito especial deu-se a partida para a aventura, um misto de orientação com provas práticas e com um enorme silvado á mistura, tudo isto psicológico.
Depois de uma manhã agitada, eis que é chegada a hora de retemperar forças, o almoço foi á beira rio num magnífico local. Depois veio o pior, fomos largados só com o ECG (ele é passado) o objectivo era chegar á praia fluvial de Santiago de Riba-Ul ás 3 horas, como já passava das 2 da tarde, fomos em linha recta, a certa altura do precurso como o silvado era enorme, e o nosso chefe lembrou-se:"- Como estamos em Dezembro não está frio vamos pelo rio".Ui!! Aquilo doeu mesmo, a água gelada parecia que cortava, mas nada que não se resolvesse com uma toalha no final da travessia, mais uma vez foi psicológico. Logo que chegamos á praia, pensámos em descansar, mas como o cansaço é psicológico (diz o chefe) fomos tratar da recepção dos lobitos que iriam fazer a sua passagem para a tribo.

Nós obedecemos cegamente as ordens dos chefes ( porque será?)
Para tornar esta passagem mais simbólica, construímos uma ponte Himalaia, onde todos os lobitos teriam de passar para poderem entrar na tribo. Enquanto o faziamos uns nózitos para que os futuros aspirantes não dessem um mergulho forçado, a Akelá, tratava da nossa sobremesa para a Ceia de Natal, que logo depois faria o último grande uivo no adeus á selva desses lobitos. Já estava escuro e a primeira impressão foi um pouco assustadora. Umas cordas suspensas por cima dum rio e eles terem de atravessar, mas a vontade de entrar na tribo foi maior e com maior ou menor dificuldade todos passaram .


Bem vindos à Tribo!

Gato Vadio,Grilo,Borboleta,Joaninha,Lince
A noite foi longa, a ceia foi importada, a sobremesa feita pela alcateia sob comando da nossa Mãe Natal de serviço (só neste dia fez mais de 1000 boas acções). Um dia inteirinho com esta lobitada toda! Mas o resultado foi de comer e chorar por mais.

Houve ainda tempo para (des)afinar as vozes com uma noite de karaoke que foi sem palavras. Coisa má linda! Até tivemos um "penetra" na nossa festa, este senhor de idade e barba branca veio refujiar-se do frio e ver se encontrava um trenó que tinha perdido. Deve pensar que acreditamos no Capitão Gancho.










Quem será o Sr. do gorro vermelho?